Visite a Cidade de Amsterdã na Holanda com ElPelegrino. 



Dicas ao viajante:

El Pelegrino em Amsterdam

Cheguei em Amsterdam ainda pela linha férrea, após assistir a última partida da Copa do Mundo 2010 nos telões do Fifa Fan Fest em Berlim, eu estava literalmente acabado.


Torcedores holandeses a espera da selecao nacional


O bom que dividi a cabine do trem para Amsterdam, com uma família de brasileiros, era muita coincidência e não pude evitar de pensar em como o Universo consegue fazer as coisas darem certo pra mim!


Conversei um pouco com eles e acabei caindo em sono profundo muito cedo, meio que de cansaço e embriaguez. A família faria conexão no meio do trajeto e não os vi partindo.


Quando acordei já me encontrava território holandês, com os guardas da imigração ao meu lado, solicitando os meus documentos. Meio que sonolento e cheio de ressaca, entreguei o meu passaporte e fui liberado para seguir viagem.


Amsterdam é conhecida pelo fato de o uso de drogas ser liberado e que o governo investe na prevenção distribuindo seringas descartáveis, pra evitar as doenças que este público está sujeito.


O fato é que nem todos que visitam esta cidade estão lá por causa disso. Mas a curiosidade sobre como toda essa política funciona é grande.


A rede de canais e rios que cortam Amsterdam é imenso, apesar do cheiro nem sempre ser agradável, um passeio de barco pela cidade é muito comum entre os turistas.


A cidade conta com vários locais para visitação. Tem a primeira fábrica da Heinekem, o Museu do Van Gogh, Museu de Cera da Madame Thoussand (tipo o de Londres), passeio guiado pelas Ruas de Amsterdam (muito bom!), Red Light District (Distrito da Luz Vermelha), passeio de bike, ou seja, muito mais do que só Coffee Shop!


Canais navegáveis de Amsterdam

Uma das coisas mais interessantes que descobri foi o significado do símbolo da cidade de Amsterdam, que são os 3 "Xs", XXX, representando as três calamidades que os cidadãos da cidade já enfrentaram.


Que foram as enchentes, os incêndios e as pragas, tudo na era medieval. No Brasil as calamidades são bem diferentes, que não convém citá-las aqui.


No final do dia, nada mais natural do que se sentar num dos pubs e ficar observando o vai e vém dos turistas procurando mais uma atração a ser conhecida em seus mapas e guias. Naturalmente, os moradores locais seguem suas vidas e voltam pra suas casas em bicicletas personalizadas.


Outra coisa interessante e que se destaca bastante é o trânsito dessa cidade. Literalmente caótico, muitas bicicletas, pequenas motocicletas, carros, bondes e gente andando pelas ruas. Não sei como, mas não vi nenhum tipo de acidente!


Minha única decepção em Amsterdam foi quando visitei a Catedral da cidade. Apesar de ser de muito grande e bonita por fora, não há muito o que se ver do lado de dentro.


Infelizmente a visita é paga e mesmo transformada em museu as atrações não são muitas. Destaque para os vitrais e para o altar, mas a grandiosidade mesmo é só o tamanho. A religião oficial na Holanda é protestante, com a Rainha como líder da Igreja.


Catedral ou Museu de Amsterdam?



Ou seja, nem tudo é o que parece em Amsterdam, afinal a última coisa que você vai encontrar num Coffee Shop será café expresso!








Acomodações em Amsterdam

Amsterdam possui uma rede de albergue bem diversificada, afinal a cidade é um dos destinos mais procurados da Europa.


Existem mais de 140 estabelecimentos de hospedagens na cidade, desde campings a hotéis de luxo.


Marnix Hotel - Entrada



Fiz a minha pesquisa habitual e me hospedei no Marnix Hotel. Minha escolha foi por causa da sua localização e o preço bem compatível.


Abaixo detalhes detalhadas do Hotel/ albergue:
Nome: Marnix Hotel
Tipo: Hotel **
Endereço: Marnixstraat 382 - Amsterdam, Holanda
Telefone: +31 (0)20 6160661
Fax: +31 (0)20 6181142
E-mail: info@marnixhotel.nl


Como chegar: Da Estação Central de Trens pode apanhar o trem elétrico (bonde) número 1,2 ou 5 para Leidseplein (veja o ponto 5) ou siga a linha cor-de-rosa e apanhe o trem elétrico número 17 para Elandsgracht.


De Leidseplein, basta seguir em frente e virar à direita na primeira esquina, que fica praticamente em Marnixstreet. Seguidamente, dirija-se ao hotel número 382.


De Elandsgracht, se sair do trem elétrico, dirigindo-se à rua principal, estará praticamente em Marnixstreet. Vire à direita, e dirija-se ao hotel número 382.


Marnix Hotel - Refeitório



Lembrando que você está em Amsterdam e albergues com quartos compartilhados são locais onde encontrará de tudo.


Se estiver levando consigo muito dinheiro e objetos de valor, procure uma hospedagem mais privativa. O hotel dispõe de cofres com senhas para cada hóspede, só não pode esquecer a senha.


Utilize os armários e lockers disponibilizados, é sempre bom levar o seu próprio cadeado.


Muitos ainda vão para Amsterdam a procura do turismo das drogas. Não dá para saber com quem se compartilha o quarto.


é claro que não podemos generalizar, ainda existe muito charme nos canais da Cidade. Encontrar casais apaixonados passeando por ali também não é difícil!


Encontre a melhor opção de hospedagem em Amsterdã no painel abaixo:








Atrações de Amsterdam

Não posso mentir que a minha curiosidade em visitar Amsterdam se deu principalmente pelas políticas públicas de controle de drogas.


Se a legalização da maconha e a assistência aos viciados realmente funcionava nessa cidade, por que não é possível aplicar essas políticas no Brasil.


Polícia atuante nas Ruas de Amsterdam



Descobri que na verdade, não existe total liberação e sim um total controle e fiscalização das autoridades dos locais onde é permitido o uso de drogas, alcóol e prostituição.


O que em certos países são fontes de problemas, aqui são fontes de renda e muitos impostos.


Entrar num Coffee Shop e pedir um café é quase uma raridade. No cardápio você encontrará diversos tipos de marijuana. O preço pode variar de €5 à €80, dependendo da variedade da erva.


Sinceramente, eu não sabia que existiam tantos tipos de maconha. Quero deixar claro que eu não quero incentivar a nínguem a fumar maconha ou usar algum tipo de droga.


Mas, como eu estava em Amsterdam e ter visto diversos filmes sobre isso, tive que experimentar. A escolhida foi a mais fraca e claro... a mais barata do cardápio!


O rapaz que me atendeu num coffee shop perto do albergue, viu que eu não tinha experiência alguma em fazer o cigarro e foi logo me dando um monte de recomendações.


Um dos muitos Coffee Shops encontrados em Amsterdam



Apesar de ser teoricamente "liberado" o consumo de marijuana, maconha e haxixe, só pode ser feito dentro dos Coffees Shops.


Ser pego fumando na rua e com mais de 5 gramas da erva é problema na certa. Sendo turista então, problema em dobro!


As autoridades holandesas estão aumentando o rigor do consumo entre os estrangeiros, diminuindo assim o turismo das drogas.


Outra curiosidade que eu tinha que experimentar, era o famoso "Space Cake", bolo de chocolate do tipo brownie misturado com marijuana.


Um pedaço do bolo vem acompanhado com várias recomendações de conduta, inclusive em caso de ataque de pânico.


Mas nem tudo em Amsterdam gira em torno do consumo de Marijuana, skank, cogumelos e outras drogas.


Existem diversas opções de passeios. O Free Tour Guide, encontrado em diversas capitais européias, também pode ser feito em Amsterdam.


Space Cake - Bolo de chocolate com Marijuana



Consiste em um tour de duas horas a pé pelas ruas da cidade. Além de ser bem divertido, é grátis! Quer dizer, você paga o que achar que vale o passeio.


Os passeios de bike são os mais comuns, afinal Amsterdam tem 3 bicicletas para cada habitante. é o meio de transporte quase oficial da cidade e elas estão espalhadas por todos os cantos.


Os passeios de barco pelos canais de Amsterdam também são bem comuns.


Não é algo que eu ache que vale muito a pena, por que o cheiro não é muito agradável!


Os casais adoram fazer esse passeio e alguns malucos até arriscam um mergulho nas águas poluídas e geladas dos canais de Amsterdam.


As opções de Museus são ótimas e extensas. Recomendo uma passada no Museu de Van Gogh (pintor) e na Casa de Anne Frank (famosa pelo livro Diário de Anne Frank).


Uma outra opção é visitar o Museu de cera de Madame Tussauds. Originalmente de Londres, aqui você pode tirar fotos ao lado de bonecos de cera das celebridades em tamanho natural.


é claro que se você for à Londres, deixe essa visita para ser feita lá!


Free Tour Amsterdam



Para sair totalmente desse roteiro cultural, visite a primeira Fábrica da Cerveja Heineken. Esse passeio é sem dúvida o mais interativo.


Você terá a oportunidade de acompanhar todo o processo de fabricação da cerveja, com degustação no final da visita. Recomendo!


Para finalizar, conheça a Red Light District (Distrito da Luz Vermelha), o nome já é bastante sugestivo.


Essa famosa área é destinada ao turismo sexual, com direito a estátuas em homenagem a mais antiga profissão do mundo.


Curioso, é que você encontra pessoas de diversas idades, inclusive excursões de idosos, que se divertem com a falsa sensação de liberdade.


Aviso importante! Não é permitido tirar fotos das mulheres nas cabines. Existem vários seguranças pela área e que mandam apagar as fotos.


Red Light District



Tudo em Amsterdam é permitido, mas nem tudo é permitido pela Lei. Tome muito cuidado e divirta-se!








Pérolas de Amsterdam

Levando-se em conta que estamos na "Cidade do Consumo Liberal de Drogas", minha dica é a seguinte... Não se engane, as coisas não são bem assim tão liberais!


Bebidas alcóolicas só podem ser consumidas dentros dos bares e restaurantes. Nada de ficar andando pelas ruas com latas ou garrafas de cerveja, é proibido, sujeito a multa e dor de cabeça.


Pub no Centro de Amsterdam



Consumo de marijuana, skank e derivados da maconha só dentro dos Coffee Shops. Detalhe importante, não é permitido fumar cigarros de nicotina dentro desses estabelecimentos. Parece piada, mas não é!


Se for consumir chás de cocumelo, faça acompanhado de alguém. Existem muitos casos de pessoas que passam mal com ataques de pânico.


Recomendável andar com cópia do passaporte e com os dados de onde está hospedado. Existem casos de perda momentânea de memória. Ficar perdido e drogado, é quase um convite para dormir na delegacia de polícia.


Em caso de ataques de pânico, recomenda-se comer ou beber algo doce, como sucos, refrigerante, balas, frutas e doces. Sentar em algum lugar calmo e aguardar o efeito passar.


Tome muito cuidado ao fazer esse tipo de turismo, é altamente perigoso e de total perda de tempo. Amsterdam tem muito mais para se ver e ficar chapado no albergue não tá com nada.


Artesanato de Rua



Alguns pontos turísticos mais famosos da Holanda não estão em Amsterdam. Os cata-ventos e os campos de flores ficam nas cidades circunvizinhas, solicite informações a respeito nos pontos de informações turisticas.


Outra particularidade da cidade são as disputas de apresentações artísticas de rua. Os artista montam um tablado improvisado e disputam os aplausos da galera. Muito democrático, bonito e interessante!


A comida é uma das atrações a parte de Amsterdam. A maioria são do tipo Fast-Food, mas não pense que se trata de sanduíches, pizzas e Kebabs.


Aqui você encontra as mais variadas refeições dentro de caixinhas para se comer andando na Rua. Melhor maneira de se alimentar e não perder tempo.


Andar de trem elétrico é muito legal. As disputas entre carros, bicicletas, pedestres e os bondes são altamente estressantes, mas com certeza também é muito engraçado.


Não posso deixar de mencionar que passeio de bicicleta por Amsterdam é obrigatório, afinal esse é o meio de transporte oficial da cidade.


Verdadeiro Fast-Food de Amsterdam!



Pra finalizar, o controle do aeroporto de Amsterdam foi o mais rígido que encontrei. Além de ter pago €22 pelo despacho do meu cajado que custou €5, quase fui impedido de voar por causa do tamanho da minha mochila.








Mapas de Amsterdam

Teoricamente, não é difícil andar por Amsterdam. Isso porque, o ponto de partida e chegada na cidade é a Estação Central de Trens.





Se você chegar de avião ou de trem, passará por lá. E com certeza terá que partir pelo mesmo lugar.


As ruas de Amsterdam seguem um padrão meio que circular e paralelamente aos canais. No início é meio confuso, mas você se acostuma.


Para não se perder, adquira um mapa no Centro de Informações turísticas na frente da Estação Central.


Com certeza terá uma fila longa a sua espera, mas vale a pena esperar!


Apesar de ter bicicletas espalhadas por todos os lados, deixe para usá-las no segundo dia, quando estiver mais familiarizado com o frenético ritmo do trânsito da cidade.


Os trens elétricos cortam a cidade de ponta a ponta, ótima opção para um breve passeio de reconhecimento.


Mapa de Amsterdam!



Baixe os mapas de Amsterdam nos links abaixo:




topo