Visite a Cidade de Paris na França com ElPelegrino. 



Dicas ao viajante:

El Pelegrino em Paris

Minha aventura na Europa começou aqui. Após passar rapidamente pela imigração em Lisboa, desembarquei no aeroporto de Orly em Paris.


Paris - Cidade da Luz!


Fiquei pensando... E agora?! Tirei o meu tradutor tabajara do bolso e fui a luta.


Primeiro passo: "Preciso encontrar o metrô...", a mente alerta com tanta informação nova.


As plaquinhas de "Sortie" (saída em francê) para todos os lados e eu pensando "- onde diabos é a saída?"


Meu guia-bíblia da Europa me dizia pra conversar com os franceses em sua língua materna.


Quando eu começava a gaguejar em francês, rapidamente eles já me respondiam em inglês.


O que me facilitava bastante. Consegui chegar ao Albergue e pra minha sorte, fui atendido por um brasileiro.


A minha previsão de chegada no albergue eram as 16h00 e consegui chegar as 18h30.


Apesar do cansaço, eu estava muito feliz de ter conseguido.


Paris - Cidade da Luz!


A minha maior dificuldade em andar no metrô neste dia, foi carregar uma mala de 23 kilos para cima e para baixo.


As rodinhas não ajudam quando se tem que subir e descer escadas.


Infelizmente somente algumas estações de Paris possuem elevadores e escadas rolantes.


Vi muita gente andando com pequenas malas no metrô, mas eu acho que exagerei na quantidade de roupas e acreditem que eu ainda iria pagar por esse meu erro.


Metrô de Paris, mlhor maneira de conhecer a cidade.










Acomodações em Paris

A reserva antecipada é necessária para se entrar na França, pois os agentes da alfândega solicitam o comprovante da reserva, antes de permitirem a entrada de brasileiro na Europa.


Escolha o que mais lhe agrada, os que estão em melhor localização, são um pouco mais caros. Uma boa dica é olhar a classificação do albergue e os depoimentos deixados por antigos mochileiros.


Os albergues possuem uma infra-estrutura boa, mas não se engane em comparar com os serviços de um hotel. Lembrando que, apesar de oferecerem o melhor custo-benefício, você pode compartilhar um quarto com mais algumas pessoas.


Em alguns casos, com 6, 8 ou até 12 pessoas. O café da manhã típico fracês é composto em sua maioria com croisants, geléias, torradas, café ou chá, sucos de caixa, cereais, etc., não espere encontrar frutas, mas quem sabe?! Não é muito variado, mas dá pra começar o dia com algo na barriga.

Café da manhã parisiense


Ótimos lugares para se conhecer pessoas de todos os tipos e lugares, geralmente são frequentados por jovens mochileiros, abertos a novas experiências e de fazer novas amizades. Recomenda-se guardar os objetos de mais valor, como passaporte, notebook ou câmeras digitais, nos lockers ou cofres disponibilizados.


Mas não se preocupe demais com isso, pois é muito difícil, mas não impossível, acontecer algo nas dependências dos albergues. Todas as pessoas que compartilham um quarto de albergue, possuem o mesmo espírito aventureiro, sabem respeitar o espaço do outro e estão ali com o mesmo objetivo que você, se divertir!


Os serviços mais comuns são: Breakfast, internet (nem sempre são grátis), roupas de cama e toalhas (nem sempre são grátis); cozinha compartilhada, lounge, banheiros compartilhados, etc.


A minha dica é reservar apenas dois dias, se você gostar do albergue aumente o período. As vezes podemos nos decepcionar com a escolha feita e para mudar ou pedir reembolso é sempre mais complicado.


Albergues em Paris


Encontre a melhor opção de hospedagem em Paris no painel abaixo:








Atrações de Paris

Estando em Paris, você pode apostar que o tempo é muito pouco pra se conhecer toda a cidade da luz. Tentarei listar alguns lugares imperdíveis, por ordem de prioridade.


Museus: Museu do Louvre, Hotel des Invalides (Museu das Armas, Museu dos Planos e Relevos), Museu de Belas Artes (Petit Palace e Grand Palace), Museu D'orsay, Centro Cultural Geoges Pompidou, Museu de Picasso, Museu Rodin, Castelo de Versailles (em Versailles, não é em Paris), etc...


Torre Eiffel iluminada


Atrações: Torre Eiffel, Arco do Triunfo, caminhar na Champs Elysees, Catedral de Notredame, Igreja de Sacre Croir (Sagrado Coração), Moulin Rouge, caminhar nas margens do Rio Sena, Galeria Lafayete (edificação explêndida, olhar para a Redoma, imressionante!), Panthéon, Praça da Bastilha, etc...


Compras: Fnac, Champs Elysees, Galeria Lafayete, Virgin, Sephora, Montparnase, Montmartre, etc...


Meu conselho para uma boa visita é:


Primeiro: arrume um mapa de Paris com o mapa do metrô, facilita os deslocamentos e ajuda a economizar tempo;


Segundo: dependendo de quantos dias irá ficar na cidade, compre um passe de metrô de turista, com mais viagens, além de ser mais barato, evita de entrar em filas para comprar outros tickets. Se possivel faça a carteirinha de viagens, pode ser adquirida nas principais estações, é só levar uma foto 3 X 4 (vale a pena!). Com essa carteirinha também é possível alugar as bikes espalhadas pela cidade (muito legal!), que custam apenas € 1 a hora.


Sarcófago de Napoleão


Terceiro: use tênis confortável, pois o mais interessante em Paris é "caminhar e caminhar". Se perca de tanto andar por essa cidade interessantissíma.


Quarto: Poderia ter sido a primeira dica, saia do Brasil com um guia de Paris. Existem diversos guias, ajudam bastante nas dicas e curiosidades sobre a cidade. Poderia colocar alguns nomes aqui, mas prefiro não indicar. Usei dois guias de Paris e ainda fiquei sem ver algumas coisas.


Você pode fazer vários roteiros a pé, saindo da Ecole Militaire (Escola Militar) em direção a Torre Eiffel, subindo as escadarias do Jardim de Trocadero, depois pode-se chegar ao Arco do Triunfo pela Av de Wagran e descer a Champs Elysees até ao Museu do Louvre. Voltando também é ótimo, pois pode-se encerrar o dia fazendo um piquenique nos jardins do Campo de Mars. é comum os turistas sentarem nos gramados e aguardar as luzes da Torre Eiffel se acenderem.


Outro roteiro é visitar a Catedral de Notre Dame pela manhã seguir pelas margens do Rio Sena, visitar o museu D'orsay e finalizar o dia no Hotel des Invalides, onde se encontra a Tumba de Napoleão. Uma curiosidade a respeito do Sarcófago onde está enterrado Napoleão Bonaparte, com sete tumbas, uma dentro da outra em diferentes pedras nobres e sete esculturas de anjos representando suas vitórias em combate.


Sacre Croir Cathedral - Catedral do Sagrado Coração


No final do dia, escolha um dos diversos cafés espalhados pela cidade e assista o vai e vem das pessoas, de preferência de frente a um belo cartão postal. Recomendo também o final de tarde nas escadarias da Sacre Croir, além da vista perfeita, há diversas apresentações de artistas de rua, vale a pena conferir!


Poderia escrever diversas linhas sobre essa fantástica cidade, mas prefiro mostrar algumas fotos sobre a minha passagem por Paris. Dê uma olhada na seção de fotos para ver um pouco da minha passagem por lá!








Pérolas de Paris

Algumas dicas básicas já foram dadas nos tópicos importantes. O que vou passar aqui, são coisas que aprendi em minhas passagens pela Cidade da Luz.


Alguns lugares mais disputados para visitar em Paris são grátis no primeiro Domingo do mês, como Museu do Louvre, onde está o quadro da Mona Lisa de Leonardo da Vinci, ou o Museu D'Orsay com suas pinturas de Monet, ou o Arco do Triunfo considerado o verdadeiro símbolo do nacionalismo Francês.


Outra maneira de economizar na hora de visitar a Torre Eiffel é subir até o segundo andar da torre pelas escadas.


São apenas 400 degraus e terá economizado € 8. Dá pra comprar um Crepe de banana com nutella na descida, uma das iguarias francesas.


Metro de Paris


Voltemos ao nosso passeio pelas ruas de Paris e você se depara com pessoas encontrando alianças de ouro, perguntando se você fala inglês ou até mesmo italianos perdidos vindo de um desfile de moda nas cercanias da cidade.


Tome muito cuidado, pois todos os exemplos de golpes praticados contra os turistas desavisados e eles adoram fazer isso com os brasileiros.


Outro golpe comum, são dos caras que prendem um barbante no seu dedo e começa a trançar uma pulseira interminável, até conseguir algum dinheiro da vítima.


Esse golpe é muito praticado pelos descendentes de africanos, que ficam nas escadarias da Catedral de Sacre Croir.


Tenha cuidado em comprar bolsas e calçados em feiras e lojas populares ou camelôs de rua, é crime comprar qualquer produto pirata.


Se você cair na tentação de comprar uma bolsa com o símbolo DG, tenha certeza que é original, por que você poderá ter muita dor de cabeça quando passar sua bagagem no aeroporto.


Comer em Paris pode ser prazeroso e enganador ao mesmo tempo. Me lembro de quando entrei num dos restaurantes da Champs Elisees, pensando em ter o prazer de comer uma comida tipicamente francesa, feita por um Chef Francês autêntico.


Piquenique no parque


Pedi o prato não tão caro, mas também não tão barato, com o nome mais engraçado que encontrei.


Primeiro a saladinha básica e depois o prato principal, não acreditei que estava comendo Cordeaux Bleu com arroz em plena Paris.


Uma boa pedida é comprar refeições preparadas nos supermercados, são muito baratas e sem surpresas.


Falando em supresas, você encontrará de tudo nos supermercados. Dos mais variados legumes e verduras frescas, até as carnes mais selecionadas.


Sabendo cozinhar, pode-se fazer uma belíssima e barata refeição na cozinha dos albergues.


No meu caso, abusei e experimentei todo o tipo de fast food, desde Kebabs, passando pelos crepes e baguetes franceses.


Há uma variedade de queijos e vinhos que podem ser servidos acompanhados de um boa salada ou baguete especial francês.


Esse é o verdadeiro espírito Francês, comer pouco, mas muito bem!


Piquenique no parque


Outra dica importante é sempre que possível, cumprimente as pessoas ou tente falar um pouco com elas em Francês.


Você verá que isso fará a maior diferença no seu atendimento.






Mapas de Paris


Andar em Paris é muito fácil, pois as linhas de metro te levam a todos os pontos turísticos da cidade.


A cidade é dividida por zonas e o valor do ticket do metrô pode variar de acordo.


São ao todo 14 linhas de metrô interligadas e ligadas aos Trens RER, funcionando quase que 24 horas todos os dias.


Em alguns dias festivos pode-se ter alguma variação de horários.


Não se assuste ao ver pessoas trafegando com bicicletas ou cachorros, pois são permitidos.




Uma outra coisa interessante nos metros de Paris, são as apresentações de artistas de diversos estilos musicais.


Pode se encontrar belíssimos shows e que valem a pena perder um tempinho curtindo um som diferente do que estamos acostumados.


Mas como nem tudo é perfeito, deve-se ter muito cuidado com bolsas e sacolas.


Turistas entusiasmados são prato cheio para aproveitadores e saqueadores de carteira.


Apesar de estarmos numa das cidades mais seguras da Europa, aqui também tem ladrão!


Metrô de Paris


A comodidade de se usar a rede de metrô é indiscutivelmente a melhor opção para se locomover.


é um mundo de possibilidades e combinações de rotas. Existem estações que são verdadeiros tesouros.


Algumas plataformas são suspensas, outras são tão profundas que temos que pegar 3 ou 4 lances de escadas rolantes.


Outra coisa interessante e comum é que pode-se pegar o metrô desde o Aeroporto.


Tanto o Aeroporto Charles de Gaule, quanto o Aeroporto de Orly, são ligados a rede de metrô pelos trens RER.


Além de serem mais baratos que o táxi, você se sentirá mais integrado a Linda e bela Paris!


Metro de Paris


Baixe os mapas de Paris nos links abaixo:


Só mais uma dica... Tente não carregar malas muito grandes, pois as vezes a estação onde você irá descer, pode não ter escada rolante e nem elevador. Tudo pode acontecer, afinal você está em Paris!






Albúm do mochileiro!






topo