Visite a Cidade de Madri na Espanha com ElPelegrino. 



Dicas ao viajante:

El Pelegrino em Madri

Por sugestão dos meus companheiros peregrinos espanhóis, resolvi conhecer a cidade de Madri, capital da grande da Espanha.


Arcos do Triunfo em Madri


Escolhi sair de Compostela de ônibus e rever algumas paisagens do Caminho de Santiago.


Eu já estava há 45 dias na Europa, queria aproveitar o máximo que pudesse, pois o tempo estava passando.


Cheguei a Madri já era noite, com fome e muito cansado pela viagem arrastada de ônibus, mais um arrependimento das minhas escolhas no transporte.


A passagem de ônibus era mais cara do que a de trem, além de demorar mais pra chegar a Madri, após algumas horas se torna desconfortável ficar tanto tempo sentado.


O metrô em Madri é mais simples do que em Paris, então não tive muita dificuldade, a vantagem é que o mesmo ticket de metrô serve para o ônibus.


Madri tem muitos lugares pra visitar, museus, exposições, parques, o Castelo real, Catedral, arena de corrida de touros, centro da cidade velha, bares com rodízios de tapas (petiscos), lojas de eletrônicos com preços mais em conta.


Enfim, continuei peregrinando!


Museu centro de Arte Reino de Sofia


São tanto detalhes pra ver, tantas coisas pra comer e experimentar, tanta coisa pra pensar e refletir.


Acabei encontrando um sinal de que tudo estava bem e que tudo ficaria bem.


No alto da Catedral de Madri, avistei a imagem de um peregrino e fiquei muito feliz por isso!


Mais uma vez os sinais se fazem presente em meu caminho, só tenho que ficar atento pra conseguir enxergá-los com clareza.

Peregrino no alto da Catedral de Madri








Acomodações em Madri

Madri possui várias opções de hospedagem, as mais disputadas estão localizadas próximas a Porta del Sol e a Grand Via.


Os albergues Madrilenos em sua maioria são muito cheios, com quartos compartilhados com até 15 camas. Isso pode ser um problema na hora do descanso.


Sugiro que faça a reserva de apenas um dia, se lhe agradar aumentar a permanência. O mais importante é verificar as condições de limpeza e segurança.


Albergue Welcome Madri


Na minha primeira visita a Madri, escolhi ficar num albergue um pouco afastado do grande centro.


Por mais que eu quisesse conhecer novas pessoas e lugares, eu também estava precisando de um pouco de descanso.


Minha escolha foi ficar no Hostal Welcome em quarto compartilhado com mais duas pessoas.


Fiquei 5 dias na cidade e não tive problemas com os meus colegas de quarto.


O albergue era um misto de Hotel e Hostal, pois recebia grupos grandes de visitantes em suas dependências.


O serviço disponivel era de primeira, café da manhã, lavanderia, lockers, internet wi-fi, locutório e muito mais.


A sala de Tv foi um dos pontos de confraternização com os outros hóspedes, pois era época de Copa do Mundo e a seleção brasileira iria jogar em uma das noites.


O acesso aos pontos turísticos de Madri se dava através da imensa rede de metrôs da cidade.


Em cinco minutos eu estava onde queria, para mim foi uma ótima relação custo/ benefício.


Albergue Welcome Madri


Na minha segunda visita a Madri, fiquei apenas um dia num albergue na Grand Vía, 59.


Foi recomendado por um peregrino brasileiro que havia passado alguns dias nesse albergue, antes de seguir para o Caminho de Santiago de Compostela.


A relação custo e benefício também foi muito boa, já que fiquei em um quarto individual pela bagatela de 12€.


O banheiro era no corredor e o café da manhã pago a parte.


Nessa ocasião ele cumpriu bem o seu papel, pois eu precisava de apenas uma noite de descanso.


A localização foi o grande diferencial, perto de todos os points importantes da Cidade.


Quero deixar claro que por ser uma Cidade imensa, Madri têm uma diversidade de pequenos Hostals em diversos pontos.


Sejam perto das grandes estações de metrô ou de ônibus.


Alguns evidentemente só servem pra passar uma noite de sono e ainda assim não muito confortável.


Albergue Grand Via 59


Encontre a melhor opção de hospedagem em Madri no painel abaixo:








Atrações de Madri

Madri tem muitos lugares para se visitar. Muitos museus, parques, praças e palacetes são pontos imperdiveis no seu circuito pela cidade.


Sem falar das opções gastronômicas espalhados em todos os lugares.


Plaza del Toros - local onde se realizam as famosas corridas de touros, também conhecidas como touradas


Como ponto de partida escolhi a Puerta del Sol, famosa por ser o ponto marcado para medir a distância de Madri e o restante da Espanha.


é nela que encontramos a estátua símbolo da cidade, "O Urso e a árvore".


A Puerta del Sol é uma das praças mais populares de Madri, onde muitas vezes são organizados protestos e encontros.


Numa de suas esquinas se encontra uma das pastelarias mais famosas entre os madrilenos, La Mallorquina.


Recomendo um lanche para reforçar o café da manhã antes de iniciar o seu passeio.


Seguindo a direita pela Calle Mayor, pode-se chegar à Catedral de Almudena, Palácio Real, Campo del Moro e a Praça del Oriente, todos se encontram num raio de 200 metros um do outro.


Estátua de Don Quixote e Sancho Pança, ícones da literatura de Cervantes.


Se preferir ir para a esquerda pela Calle de Alcalá, você chegará a Plaza de Cibeles.


Chegando ao Paseo del Prado, você encontra os três Museus mais famosos de Madri.


O Museo del Prado é o mais famoso da Espanha. Aberto de terça a Domingo, com entrada gratuita após as 18hs.


Nele estão quadros famosos de Goya, Velázquez, José Ribeira dentre outros.


O Museu Thyssen-Bornemisza está situado a poucos metros do Museu del Prado. Neste museu, você vai encontrar quadros dos famosos pintores El Greco, Monet, Goya, Van Gogh, Picasso, Dali e muito mais.


Um pouco mais distante, próximo a estação de metrô de Atocha, você encontra o Museu Centro de Arte Reina Sofia.


A entrada gratuita aos sábados após as 14hs30. Aqui nesse Museu você encontrará alguns projetos brasileiros, além de desenhos e pinturas.


Símbolo da cidade de Madri, localizado na Puerta del Sol


Cansado de tantas informações, dê um passeio pela estação de Atocha.


Restaurantes, lanchonetes, locutórios, lojas e principalmente o guichê de informações turísticas.


Peça um mapa de Madrid e guarde como lembrança deste dia.


Madri também possui grandes parques, destaque para o Jardim Botânico e o Parque del Buen Retiro próximos um do outro.


No Buen Retiro, vale a pena conferir o Palácio de Cristal, Palácio Velazquez e La Rosaleda (paisagem formada por várias espécies de rosas).


Outros lugares para visitar são Casa de Campo, onde se encontra o Zoológico e exposições de todos os tipos.


Também há o Museu Panteón de Goya, onde se encontra a tumba do pintor.


Na Plaza Monumental de las Ventas, é onde ocorrem as touradas ou corridas de touros, nos domingos dos meses de março e outrubro.


Plaza Cibeles na JMJ Madri 2011


As baladas de Madri estão concentradas nas imediações da Puerta del Sol.


Geralmente se inicia em torno de um restaurante de tapas e com muitas canecas de Cañas.


Observe o pessoal local, faça amizades e puxe uma conversa, eles com certeza saberão lhe dizer o melhor point para uma balada noturna.


Nada mais divertido do que sair com os Madrilenos, os espanhóis naturalmente sabem se divertir!


Só um pequeno conselho... Se prepare, por que a noite em Madri geralmente é longa!








Pérolas de Madrid


As melhores coisas para se fazer em Madri não está nos shoppings e Museus.


A beleza dessa cidade está na capacidade desse povo em se divertir bastante.


Os espanhóis por natureza são muito politizados, são capazes de manter uma conversa muito interessante por várias horas.


Catedral de Almudeña


E nada melhor de se fazer isso numa boa mesa de bar ou restaurante.


Por que essa é a segunda melhor coisa que eles sabem fazer! Cañas, pecaditos, tapas, pinchos, vinhos e uma boa conversa!


Isso você não encontra a venda, tem que conquistar.


Meu conselho para os viajantes é que converse com os madrilenos, são pessoas fantásticas, abertas a todos os tipos de opiniões e muito divertidos.


De sorriso fácil, são Bon Vivants por natureza!


Se conseguir um amigo espanhol, pode ter certeza que você terá uma boa companhia para conhecer o de melhor que essa cidade oferece.


Mas se isso não acontecer deixo aqui algumas dicas que me deram quando passei por lá.


Um dos muitos restaurantes especializados em tapas.


  • Sidreria El Tigre: Pequeno bar em pleno centro de Madrid, onde o impossível se faz realidade: "Comida Grátis!"
    Pede teu refresco, cerveja (caña ou jarra), mojito ou a típica sidra de barril e se deleite com sua paella, croquetes caseiras ou as melhores batatas bravas... Calle Infantas, 30

  • Café Chill-Out Areia: Não há provado um cocktail até que conheças este lugar. Luzes baixas, safás-camas, música ambiente e almofadas para todas as partes. Prove seus alucinantes cocktéis a um preço razoável enquanto relaxa no final do dia em Madrid. Calle Hortaleza, 92

  • Mercado Fuencarral: Toma um café e desfrute dessa Zona Wi-fi. Visita este mercado de portas abertas. Seus amigos não esqueceram a sua visita por Madrid com estes souvenirs. Calle Fuencarrral, 35

  • Casa de Granada: Este lugar é um desse lugares que queres ensinar a seus amigos. Escondido no sexto andar de um edifício que desemboca na praça Tirso de Molina com um terraço com a vista de toda a Madrid, onde poderá desfrutar do sol no final da tarde, onde o valor da cerveja pode ser bem barato!
    Muito bom para ir com os amigos e comer alguns aperitivos a um bom preç. Isso se não tiver bastante cheio! Em resumo, és uma aventura encontrar esse lugar, mas a reconmpensa vale a pena... Sobretudo a cara de seus acompanhantes incrédulos pelo lugar! Calle del Doctor Cortezo, 17

  • Chocolateria San Ginés: Chocolates!!! Sem comentários!!! Pasadizo de San Ginés, 5

  • Bar Mareas Vivas: O melhor desta área para desfrutar de umas tapas (aperitivos que acompanham as cañas, sempre muito bem servidas). Tem um ótimo Menú del dia, todo em estilo Galego. Calle de Veneras, 3

  • Dica de segurança: Como toda grande metrópole, Madri também não ficaria de fora da violência dos grandes centros urbanos, então fique esperto com os seus pertences, principalmente com a carteira, passaporte e celular, pois os "carteiristas" anda a solta na capital espanhola e adoram exibir as suas habilidades quando encontram um turísta desprevenido. Principalmente no Metrô.







Mapas de Madri

A estrutura do metro de Madri é muito parecida com a de Paris. São 12 linhas principais, 3 VLT's (veículos leves sobre o trilho) circulando por todos os cantos da cidade. Toda a rede é interligada entre si.


Do aeroporto de Barajas você encontra facilmente o balcão de informações, onde porderá solicitar o mapa da rede metroviária. O custo do ticket de uma viagem é um dos mais baratos que encontrei por toda a Europa.




Em todos os pontos turísticos de Madri possui uma estação de metrô por perto. Planeje o seu trajeto e vá com esse excelente meio de transporte.


Mas como nem tudo é perfeito, deve-se ter muito cuidado com bolsas e sacolas. Turistas entusiasmados são prato cheio para aproveitadores e saqueadores de carteira. Apesar de estarmos numa das cidades mais seguras da Europa, aqui também tem ladrão!


Metrô de Madri


Baixe os mapas de Madri nos links abaixo:


Só mais uma dica... Tente não carregar malas muito grandes, pois as vezes a estação onde você irá descer, pode não ter escada rolante e nem elevador. Tudo pode acontecer, você está em Madri!




topo